terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

 
Cultivando uma Vida de Oração


Sermão: texto base: Mt 6: 5-8 
  • INTRODUÇÃO:
    Muitas pessoas gostam de conversar, dialogar e cultivar um hábito de amizade com uma pessoa importante em sua vida.  Alguns pastores cultivam o dialogo com um grande amigo de ministério, para desabafar. Uns preferem cultivar um dialogo com sua esposa filho e etc. Mais eu pergunto, como tem sido o seu dialogo com Deus?               Martinho Lutero declarou certa vez: “Que quanto mais ocupado, mais se dedicava a falar com o Salvador.

  O termo oração, do grego proseuchê, significa “invocar, pedir ou suplicar a uma divindade”. No Antigo e Novo Testamento, a oração é o supremo recurso usado pelo povo de Deus para suplicar, agradecer, adorar, pedir, interceder e bendizer ao único e verdadeiro Senhor.  Bíblia emprega o diálogo da alma com Deus.

Palavra Chave Oração: é prática religiosa comum a diversas confissões religiosas. É um ato de reconhecimento e louvor diante de um ser transcendente e ou mesmo tempo imanente.  

  • NARRAÇÃO:
O Sermão do Monte é o primeiro dos cinco grandes blocos do ensino de Jesus no livro de Mateus;
1.      Ética.
2.      Discipulado e missão.
3.      O Reino dos Céus.
4.      A Igreja.
5.      O Fim dos Tempos.
Mateus narra que o Senhor Jesus percorria o território da Galiléia o texto bíblico diz: “Percorria Jesus toda a Galiléia, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino e curando toda sorte de doenças e enfermidades entre o povo” (Mt 4:23).

  O texto propriamente lido nos mostra a necessidade da oração, como se deve orar. Mostra o valor da oração em secreto e confidencial a Deus. Assim sendo chamar-nos para cada dia, mas cultivamos um bom relacionamento com Deus através da oração. A oração distingue os discípulos de Jesus Cristo como a mais singular e excelente comunidade de clamor na história do povo de Deus. 

COMO CULTIVAR UMA VIDA DE ORAÇÃO?

  1. ORANDO SECRETAMENTE
a)      A Bíblia nos ensina a orar secretamente;
“Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente”
(Mt 6:6)

  1. ORANDO COMO E COM  A IGREJA
a)      Orar como igreja, em companhia uns dos outros;
“Todos estes perseveravam unanimemente em oração e súplicas, com as mulheres, e Maria mãe de Jesus, e com seus irmãos”. (At 1.14). 

  1. ORANDO COM DEPENDÊNCIA
a)      Toda nossa oração tem por finalidade glorifica Deus, e sempre, nos mostrar a dependência ao Espírito Santo de Deus;
“Da mesma forma o Espírito nos ajuda em nossa fraqueza, pois não sabemos como orar, mas o Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis” (Rm 8:26).

CONCLUSÃO:
  Deus na pessoa de Jesus Cristo quer ter um relacionamento pessoal com o Seu povo escolhido. Temos que a cada dia de nossas vidas cultivar um hábito de oração, não somente em casa, mas na igreja no serviço em fim em todos os lugares, pois a oração e o combustível que move o nosso relacionamento com nosso grandioso Deus.

Por: Silvio Ribeiro
(Sermão pregado no Seminário Presbiteriano de Brasília-DF, como cumprimento da disciplina: prática da pregação: 04 - No dia 04/11/2009)





Nenhum comentário:

Postar um comentário